Home-office ou coworking?

Home-office ou coworking?

Fique com os dois!

Como aproveitar o melhor dos dois mundos. A tranquilidade do home-office junto com os contatos e networking do espaço compartilhado.

Imagem Home-office ou espaço compartilhado? Fique com os dois

Os espaços compartilhados de trabalho ganharam força nos últimos anos por oferecem excelente localização, serviços 100% disponíveis e, claro, aquela oportunidade de networking para você conhecer novos parceiros de negócio. Mesmo quem pode e gosta de trabalhar direto em home-office, pode usufruir das vantagens deste tipo de estrutura.

Imagine, então, que você começou sua startup ou pequena empresa, ou ainda, é um profissional liberal ou consultor e se planejou para curtir sua vida em home-office. Os negócios começam a decolar e, com o tempo e a chegada de projetos maiores, os clientes começaram a perguntar “Onde vocês ficam?”, “Vamos marcar uma reunião” e coisas do gênero. Sem medo. Dá para viver a vida nos dois mundos, com as dicas que vou dar agora.

Garanta a infra-estrutura que seu home-office talvez não tenha

Na verdade, são várias as situações que podem demandar o uso de um espaço compartilhado. A primeira que me ocorre é que um espaço de coworking é uma ótima alternativa para contornar qualquer problema técnico que seu home-office possa ter.

Não se esqueça que vivemos a iminência de um novo modelo de acesso à banda larga fixa, com o projeto de fim da internet ilimitada e cobrança de franquias extras. Em um cenário como esse, faz toda a diferença contar com uma internet fluindo com toda a velocidade fora de casa. Isso sem falar em outro tipo de contingência, como obras em seu home-office, quedas repentinas de energia elétrica, problemas com sua máquina etc.

Mapa com espaços de coworking em SpGanhe tempo em deslocamentos

Ok, você pode dizer que sua infra-estrutura foi pensada nos mínimos detalhes e que não vai enfrentar problemas tão cedo. Mas, pense um pouco: já parou para analisar como o trânsito caótico das cidades do país, mesmo fora dos grandes centros, faz você perder horas valiosas em deslocamento? Taí uma outra dica interessante: termine ou comece seu dia em um espaço de trabalho compartilhado e ganhe horas produtivas entre uma reunião e outra. Se a sua reunião for no início da tarde, por exemplo, vá para seu espaço de coworking preferido e trabalhe mais um pouquinho depois do final do seu encontro. Assim, você ainda dá tempo do trânsito fluir e ficar menos estressante.

Ainda na categoria “ganhar tempo entre uma reunião e outra”, aproveite a agenda sempre cheia de workshops e meetups dos espaços de coworking e trabalhe sua agenda de forma inteligente. Por exemplo: se tiver liberdade em agendar, você mesmo, o horário de sua reunião, marque-a para o mesmo dia do curso que deseja fazer. Pronto: otimização total.

Reúna sua equipe para a informação fluir melhor

Eu já gerenciei muitas equipes remotas. Pelas minhas contas, mais de 100 profissionais. Com o tempo, percebi que o modelo híbrido é o melhor para conduzir este tipo de time.

Veja, reuniões de início de projeto, ou aquelas de alinhamento, são importantes para a qualidade de sua entrega. Fazer isso por Skype ou Hangouts é mais barato e ágil, sem dúvida.

Mas, caso sua equipe esteja geograficamente próxima, um encontro pessoal permite trocar ideias com mais intensidade, traçar planos e pensar junto em soluções de forma mais eficaz. Além, é claro, de vocês se conhecerem.

Receba seus clientes

E, claro, você pode usar um espaço compartilhado para uma das atividades mais comuns e um dos motivos pelos quais este tipo de negócio foi inventado: receber clientes em momentos chave do seu projeto.

Imagine realizar a apresentação do projeto mais caro do semestre em um café? Ou, ainda, em sua casa? Ou, então, organizar e implementar todos os passos de um gerenciamento de crise sem ter tranquilidade para chegar a uma solução junto a seu maior cliente? Poderia aqui dar exemplos para cada tipo de profissão e situação. Em comum, eles teriam a seguinte ideia: uma sala de reunião bem preparada, com serviços à disposição faz toda a diferença.

Concluindo…

Quando a gente consegue montar uma estrutura para trabalhar a partir de home-office, o ganho em qualidade de vida é notório. Mais horas à disposição de suas tarefas, comida mais saudável e uma rotina até mesmo mais tranquila são só algumas das vantagens.

Contudo, unir estas facilidades à estrutura de um espaço compartilhado pode dar outra dimensão à sua atividade profissional, projetando uma imagem diferenciada para colaboradores e clientes.

Na dúvida entre home-office ou coworking? Fique com os dois!

fonte: Coworking Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: